28/01/08

carochinha moderna


A carochinha que é uma gaja solteira com casa própria e que num dia de arrumações encontra dinheiro o suficiente para achar que pode casar, começa a perguntar a gajos na rua se a querem como mulher.
Estranho uma mulher independente procurar um gajo que venha viver com ela por encontrar cinco reis que não contava.

Nos dias de hoje ninguém quer um noivo que não tenha no mínimo um trabalho e algum dinheiro, e que não necessite de ir espreitar à cozinha o que a noiva esta a fazer porque já não come a algum tempo.
E também é verdade que nenhum gajo vai aceitar um convite de casamento porque a gaja encontrou algumas coroas. Namorar vá que não vá, mas casar? Não me parece.

Venho aqui dizer o que uma mulher pode dizer (se for verdade) para que um "ratão" da vida aceite casar com ela sem receios. Basta dizer que possui uma PlayStation 2 no mínimo. Isso faz despertar em qualquer homem um interesse súbito, porque pensando bem, metade de os problemas como casal ficam resolvidos. O tempo de fazer coisas juntos, os temas de conversa em comum, a educação dos filhos e não necessita de ir para a casa dos amigos para fazer jogatanas, basta trazer a malta lá a casa.
Enviar um comentário