26/03/07

colombo walk

Há vários motivos que levam uma pessoa a fazer uma caminhada no meio da natureza.
Um pouco um exercício de como se deve levar a vida, como se deve fazer esse percurso, a correr? Devagar? A dançar? A cantar? Seguir um grupo? Seguir o seu próprio caminho? Sem falar? Apanhar flores? Desistir?
E nessa caminhada, devemos ir preparados e equipados?
Não é o mesmo que caminhar numa cidade. Não podes apanhar o metro ou táxi. Não podes parar no café para beber um refresco gelado, ou passar por uma banca e comprar um jornal, nem um telemóvel serve porque não há rede. Não podes abrigar num centro comercial quando chove.
Por isso que uma caminhada na natureza tem mais valor, prepara-nos melhor para a vida real, que nada é assim tão fácil.
Mas o mais importante é que cada um faça a caminhada da maneira que lhe dá mais prazer. Se passa uma ribeira entrando nela, se procura uma ponte, se usa uma vara grande para saltar.

Ui que filosofia barata, mas é a que há.
Enviar um comentário