27/12/06

2276-2283 2324-2325

Roma, 23 dez (RV) O Vicariato de Roma decidiu "suspender" a cerimónia religiosa fúnebre de Piergiorgio Welby, o doente terminal que morreu na última quarta-feira, quando um médico desligou o respirador artificial que há anos o mantinha vivo.

Ora, do pouco que sei, a doutrina católica diz que o suicídio é algo não aceitável aos olhos de deus e por isso o Vaticano não deixa fazer a cerimónia de enterro. Mas, se Piergiogio na sua vida tivesse maltratado, espancado, violado ou morto alguém, mas não tivesse cometido o suicídio de certo teria um funeral católico com padre e flores e tudo o resto.
Enviar um comentário