18/10/09

back to Limbo


Há quem diga que nada volta a ser como antes, que depois de ser pai deixamos de fazer coisas que gostamos. Durante esta semana voltei uns anos para o passado, pois passo horas seguidas por volta das 2,3,4 da manhã a dançar como um gótico com a minha filha de um mês, dois passos para a frente, dois passos para trás, dois passos para a frente, dois passos para trás,dois passos para a frente, dois passos para trás,dois passos para a frente, dois passos para trás...com a cabeça pendurada para a frente e de olhos fechados a ouvir Mozart com o quarto às escuras.
Enviar um comentário