14/03/07

A birra do Bidarra.

Primeiro não tenho nada contra o Pedro Bidarra, nem a favor, muito antes pelo contrário.

Acabei de ver o Bidarra na TV e já percebi que o homem anda a martelar na mesma faz algum tempo. Uma verdadeira demanda Santo Graal pessoal, ganhar o maior cliente de sempre, o estado português.
Ele passou parte da entrevista a vender a ideia dele a Portugal. Ele quer fazer algo pela imagem de Portugal, que faz muito bem, mas será que este possível cliente quer melhorar a sua imagem? Ele diz que a imagem que o estrangeiro tem do português é um pobre homem de bigode que vai na frente dos bois que puxam a carroça, que na verdade o Portugal é melhor que isso. Diz que o "gap" entre a ideia e a realidade tem que ser combatido. Começar a chamar (Portugal) não um país do sul, mas sim um país da costa oeste (west coast) da Europa.

Para isso acontecer devemos:


  1. Acabar com o belo do bigode.

  2. Acabar com os garrafões nas zundapp.

  3. Acabar com a música pimba.

  4. Acabar com as beatas de preto sentadas nas portas de casa.

  5. Acabar com as correntes de ouro ao peito.

  6. Acabar com a unha do dedo pequeno da mão direita.

  7. Acabar com as barrigas.

  8. Acabar com as cuspidelas.

  9. Acabar com os palavrões.

  10. Acabar com os condutores bêbados, e com o café com cheirinho como sobremesa.

  11. Acabar com os bonés antigos.

  12. Acabar com as bochechas vermelhas.

  13. Acabar com os palitos no canto da boca.

  14. Acabar com o fado nos restaurantes portugueses no estrangeiro.

Bem, haveria muito mais para acabar, mas.
Tudo isso tinha que ser trocado por quê? O que pode preencher tudo isto? Alguém sabe?

Enviar um comentário